Páginas

Eficiencia, entendida aqui entre nós como menos desperdícios.

Convivemos com um desperdício incompreensível para um País onde muitas pessoas vivem em situação de risco. Dentre eles, meu foco é a melhoria de desempenho das redes de infra-estrutura urbana. Sòmente na área do Saneamento Básico, que se considera a rede de água, esgoto, drenagem e a coleta e tratamento do lixo, melhorias na qualidade de vida que se estima em R$1 Bilhão/ano foi registrada pela FGV-Fundação GetúlioVargas e Instituto Tatra ( julho, 2010), além de evitar a morte de mais de 1.000 pessoas. A rede de vias públicas insuficientes e com manutenção precária, afeta o sistema de transportes de materiais e de pessoas, com congestionamentos, poluição, desperdício de energia e principalmente consumindo o tempo das pessoas que poderia ser dedicado à sua melhoria de qualidade de vida.

Eficiencia, entendida aqui entre nós como menos desperdícios.

Convivemos com um desperdício incompreensível para um País onde muitas pessoas vivem em situação de risco. Dentre eles, meu foco é a melhoria de desempenho das redes de infra-estrutura urbana. Sòmente na área do Saneamento Básico, que se considera a rede de água, esgoto, drenagem e a coleta e tratamento do lixo, melhorias na qualidade de vida que se estima em R$1 Bilhão/ano foi registrada pela FGV-Fundação GetúlioVargas e Instituto Tatra ( julho, 2010), além de evitar a morte de mais de 1.000 pessoas. A rede de vias públicas insuficientes e com manutenção precária, afeta o sistema de transportes de materiais e de pessoas, com congestionamentos, poluição, desperdício de energia e principalmente consumindo o tempo das pessoas que poderia ser dedicado à sua melhoria de qualidade de vida.
Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 21 de maio de 2009

POR QUE "EFICIENCIA URBANA"?



Sim, por que este blog "eficiencia urbana"?

Vivemos reconhecidamente num meio urbano com desperdícios. Desperdícios evidentes, como a dos congestionamentos de transito, filas de pessoas aguardando atendimento em locais públicos e privados, automoveis de 5 lugares utilizados apenas pelo motorista, entre outros exemplos. Os desperdícios menos visíveis, como os 40% de água tratada que se perde em diversas situações, as ligações elétricas clandestinas, a água tratada e potável utilizada nas descargas das privadas, entre outras diversas situações. Ainda temos os desperdícios de recursos publicos e privados, as inadequações administrativas publicas e privadas e principalmente as perdas enormes de dinheiro decorrentes da falta de planejamento e de projetos.

Qual o objetivo deste blog?

Este blog objetiva colocar este tema em discussão. Antes de tudo, espero contar com a participação a mais ampla possível de opiniões, reunindo tanto os diferentes profissionais especialistas como os cidadãos de diversificadas regiões. Dessas experiencias, pretendemos elaborar a nossa contribuição para tornar as cidades cada vez mais agradaveis e inclusivas.

Portanto, quem tiver algum assunto dentro deste foco, não hesite em me contactar pelo e-mail maryoshinaga@yahoo.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário