Páginas

Eficiencia, entendida aqui entre nós como menos desperdícios.

Convivemos com um desperdício incompreensível para um País onde muitas pessoas vivem em situação de risco. Dentre eles, meu foco é a melhoria de desempenho das redes de infra-estrutura urbana. Sòmente na área do Saneamento Básico, que se considera a rede de água, esgoto, drenagem e a coleta e tratamento do lixo, melhorias na qualidade de vida que se estima em R$1 Bilhão/ano foi registrada pela FGV-Fundação GetúlioVargas e Instituto Tatra ( julho, 2010), além de evitar a morte de mais de 1.000 pessoas. A rede de vias públicas insuficientes e com manutenção precária, afeta o sistema de transportes de materiais e de pessoas, com congestionamentos, poluição, desperdício de energia e principalmente consumindo o tempo das pessoas que poderia ser dedicado à sua melhoria de qualidade de vida.

Eficiencia, entendida aqui entre nós como menos desperdícios.

Convivemos com um desperdício incompreensível para um País onde muitas pessoas vivem em situação de risco. Dentre eles, meu foco é a melhoria de desempenho das redes de infra-estrutura urbana. Sòmente na área do Saneamento Básico, que se considera a rede de água, esgoto, drenagem e a coleta e tratamento do lixo, melhorias na qualidade de vida que se estima em R$1 Bilhão/ano foi registrada pela FGV-Fundação GetúlioVargas e Instituto Tatra ( julho, 2010), além de evitar a morte de mais de 1.000 pessoas. A rede de vias públicas insuficientes e com manutenção precária, afeta o sistema de transportes de materiais e de pessoas, com congestionamentos, poluição, desperdício de energia e principalmente consumindo o tempo das pessoas que poderia ser dedicado à sua melhoria de qualidade de vida.
Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

REFLEXÕES DE ANO NOVO

A passagem de ano é um momento para reflexões. Mais um ano findo. Um balanço do que nos comprometemos a fazer e o que conseguimos.
Dinheiro, um meio dificil para realizações, sejam ousadas ou modestas; e uma leviandade para gastos com supérfluos que fazem bem à nossa auto-estima...
Os amigos que conseguiram deixar de ser amigos pois não eram tão amigos assim... eu era mais amigo deles do que eles de mim...deixei de procurá-los... e eles sumiram...
Será que evoluimos como pessoas? O que especificamente? Confiança em si mesmo? Aceitação das pessoas como elas são? Não se contaminar com os problemas dos outros? Convencer-se de que vc é único no mundo e na história do mundo, e nada se parece com vc, e porisso os semelhantes seriam apenas semelhantes?
Demos mais um passo ña direção certa da nossa realização profissional? Ou ainda não temos essa direção e estamos apenas caminhando para não ficar parado? Precisamos de um horizonte amplo, esplendoroso, distante e desorientador ou de um ponto não tão longe, alcançável na capacidade de cada um de nós?
A familia vai bem obrigado, mas que família? A dos consanguineos, irmãos, pais, tios, sobrinhos, netos, filhos, sogras, noras, etc., ou da namorada e seus links? Já passei natal numa festa que era da cidade toda, uma cidade-familia, talvez por ser também uma cidade-empresa, com a maior parte das pessoas trabalhando para uma única empresa da cidade.
E os sentimentos, como ficaram? Amamos, odiamos, invejamos, nos divertimos, choramos, ficamos deprimidos, nervosos, estressados, calmos, entediados, entusiasmados, etc.
Com todas essas reflexões, na tranquilidade das montanhas, olhando o horizonte bloqueado pelas matas nas encostas, pensei comigo. O passado está em algum lugar inacessível como as profundezas da terra e dos mares; o futuro está nas grandes alturas para além das nuvens; e o presente está neste mundo todo que podemos sentir ao nosso redor da qual fazemos parte num pacto de vida e morte.
Tenham todos um bom 2000 é 10!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário