Páginas

Eficiencia, entendida aqui entre nós como menos desperdícios.

Convivemos com um desperdício incompreensível para um País onde muitas pessoas vivem em situação de risco. Dentre eles, meu foco é a melhoria de desempenho das redes de infra-estrutura urbana. Sòmente na área do Saneamento Básico, que se considera a rede de água, esgoto, drenagem e a coleta e tratamento do lixo, melhorias na qualidade de vida que se estima em R$1 Bilhão/ano foi registrada pela FGV-Fundação GetúlioVargas e Instituto Tatra ( julho, 2010), além de evitar a morte de mais de 1.000 pessoas. A rede de vias públicas insuficientes e com manutenção precária, afeta o sistema de transportes de materiais e de pessoas, com congestionamentos, poluição, desperdício de energia e principalmente consumindo o tempo das pessoas que poderia ser dedicado à sua melhoria de qualidade de vida.

Eficiencia, entendida aqui entre nós como menos desperdícios.

Convivemos com um desperdício incompreensível para um País onde muitas pessoas vivem em situação de risco. Dentre eles, meu foco é a melhoria de desempenho das redes de infra-estrutura urbana. Sòmente na área do Saneamento Básico, que se considera a rede de água, esgoto, drenagem e a coleta e tratamento do lixo, melhorias na qualidade de vida que se estima em R$1 Bilhão/ano foi registrada pela FGV-Fundação GetúlioVargas e Instituto Tatra ( julho, 2010), além de evitar a morte de mais de 1.000 pessoas. A rede de vias públicas insuficientes e com manutenção precária, afeta o sistema de transportes de materiais e de pessoas, com congestionamentos, poluição, desperdício de energia e principalmente consumindo o tempo das pessoas que poderia ser dedicado à sua melhoria de qualidade de vida.
Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 29 de agosto de 2009

GUARULHOS E GRANDE INFRAESTRUTURA URBANA

As transformações urbanas em Guarulhos são superlativas - as contrapartidas para a sua qualidade urbana são super-preocupantes.
Desde os anos 50 o Municipio vem recebendo elementos urbanos decididos por poderes externos, e nesses quase 60 anos a cidade dobrou várias vezes em tamanho. Despreparada sem planos estruturantes, a cidade com pouco mais de 1 milhão de habitantes continua sofrendo as consequencias de fatores externos. Assim, a Rodovia Pres. Dutra veio dividir o Municipio em parte Norte e parte Sul; a Rodovia Fernão Dias e a Trabalhadores ( Ayrton Senna)funcionam como barreiras entre Guarulhos e São Paulo; o Aeroporto Internacional, bloqueia a circulação entre Leste e Oeste.
Circula-se de Leste a Oeste em Guarulhos utilizando basicamente a Rodovia Pres. Dutra, recentemente auxiliada pela Av. Jamil Zaruf.
O que está previsto para Guarulhos é muito preocupante. A mais preocupante é a linha suburbio que acompanha o Trem Expresso, e que terá estação no Parque Cecap. Essa linha suburbio funcionará como "vasos comunicantes", trazendo a população de baixa renda até Guarulhos, provavelmente levando-a a ocupar terrenos na encosta da serra da cantareira e varzeas. Os investidores imobiliarios agradecem, provavelmente com o dinheiro da Caixa Economica Federal do programa Minha Casa, Minha Vida.
O Municipio precisa de aumentar a arrecadação e não de ter mais despesas com programas sociais. Bairros pobres necessitam de muita verba de manutenção, principalmente de redes de saneamento basico, drenagem e pavimentação.
Portanto, além dos custos de mais habitações populares, teremos mais gastos com serviços de atendimento social e de infraestrutura.
Poderiamos começar a ação de conter a ocupação que gera despesas e buscar maior eficiencia urbana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário