Páginas

Eficiencia, entendida aqui entre nós como menos desperdícios.

Convivemos com um desperdício incompreensível para um País onde muitas pessoas vivem em situação de risco. Dentre eles, meu foco é a melhoria de desempenho das redes de infra-estrutura urbana. Sòmente na área do Saneamento Básico, que se considera a rede de água, esgoto, drenagem e a coleta e tratamento do lixo, melhorias na qualidade de vida que se estima em R$1 Bilhão/ano foi registrada pela FGV-Fundação GetúlioVargas e Instituto Tatra ( julho, 2010), além de evitar a morte de mais de 1.000 pessoas. A rede de vias públicas insuficientes e com manutenção precária, afeta o sistema de transportes de materiais e de pessoas, com congestionamentos, poluição, desperdício de energia e principalmente consumindo o tempo das pessoas que poderia ser dedicado à sua melhoria de qualidade de vida.

Eficiencia, entendida aqui entre nós como menos desperdícios.

Convivemos com um desperdício incompreensível para um País onde muitas pessoas vivem em situação de risco. Dentre eles, meu foco é a melhoria de desempenho das redes de infra-estrutura urbana. Sòmente na área do Saneamento Básico, que se considera a rede de água, esgoto, drenagem e a coleta e tratamento do lixo, melhorias na qualidade de vida que se estima em R$1 Bilhão/ano foi registrada pela FGV-Fundação GetúlioVargas e Instituto Tatra ( julho, 2010), além de evitar a morte de mais de 1.000 pessoas. A rede de vias públicas insuficientes e com manutenção precária, afeta o sistema de transportes de materiais e de pessoas, com congestionamentos, poluição, desperdício de energia e principalmente consumindo o tempo das pessoas que poderia ser dedicado à sua melhoria de qualidade de vida.
Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 18 de outubro de 2009

PEDESTRES, CALÇADAS E DRENAGEM URBANA



Neste site imagens comentadas por joão das aguas fala de Londrina sobre impermeabilização de patios e calçadas e suas consequencias na drenagem urbana.
Uma interessante constatação de que o problema de enchentes tem origem em inúmeras obras feitas em cad lote urbano, que além de ter o solo impermeabilizado, portanto com pouca infiltração de águas de chuva, as aguas que caem nos lotes impermeabilizados e coberturas não são nem parcialmente retidas. O pouco que cada lote possa reter de agua de chuva iria retardar a sua chegada aos corregos e rios, contribuindo assim para evitar as enchentes.
Para piorar, o Poder Publico canaliza os rios, constroi avenidas marginais nas margens dos rios e corregos, e assim provocando a aceleração das águas para os pontos baixos.

Marginais do Tietê, exemplo de retificação desnecessária
e inadequada ocupação de terrenos com subsolo de
pouca resistencia para construções e pavimentações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário